12 Set 2014

SUP 10.0: ATUALIZAÇÃO DE SOFTWARE DA ALEXA ATINGE 2 DÍGITOS

COMUNICADO DE IMPRENSA (RELEASE)

(Amsterdã, IBC 2014) – A décima atualização de software da ALEXA será lançada em setembro de 2014, concluindo um Beta teste aberto que começou em agosto. Os vários recursos da atualização de software 10.0 (SUP 10.0 - Software Update Packet), foram escolhidos baseados no feedback de inúmeras visitas a sets de filmagem e um contínuo diálogo com os diretores de fotografia, assistentes, DITs, locadoras e finalizadoras, além de parceiros da ARRI.

 

No lançamento, foi prometido que a ALEXA seria um investimento seguro, e a ARRI tem trabalhado muito para garantir que esta característica evolua com as modernas práticas de filmagem e necessidades. Sua arquitetura reprogramável e processadores de dentro das câmeras ALEXA, têm permitido atualizações das funcionalidades, muito além das especificações originais.

 

Apple ProRes 4444 XQ para ALEXA XT e XR

O novo codec Apple ProRes 4444 XQ é a escolha ideal para produções que filmam pela melhor qualidade ou estão levando a correção de cores ao extremo. Este novo codec de 12 bits RGB suporta resoluções HD e 2K, assim como formatos 16:9 e 4:3. A taxa de transferência é de 500Mb/s (à 30fps 1920 x 1080), é mais alta do que o ProRes 4444 de 330Mb/s, permitindo uma taxa de compressão mais baixa que preserva os tons do Log C da ALEXA.

 

ALEXA XT M suporta o Open Gate

Vários filmes já foram rodados em ARRIRAW Open Gate com câmeras ALEXA XT, XT Plus e XT Studio, agora será possível fazer o mesmo com a compacta ALEXA XT M. O Open Gate grava todo o sensor da ALEXA, permitindo uma fácil conversão para o 4K ou reposicionamento da imagem ou ainda a mudança de tamanho para a estabilização na pós.

 

ARRIRAW 4:3 Cropado para ALEXA XT e XR

Para chegar a 96fps quando se filma em ARRIRAW 4:3 com lentes anamórficas, o novo modo “ARRIRAW 4:3 Cropped” reduz a largura da imagem gravada para 1.2:1, onde é o necessário para se gravar uma imagem produzida pela lente anamórfica 2x.

 

NOVOS RECURSOS ADICIONAIS PARA CÂMERAS ALEXA CLASSIC, XT E XR

 

Rotação da imagem em 180°

Permite o uso do Steadicam invertido (cabeça para baixo) para um rápido “Low Mode”; também rotaciona a imagem para o uso da ARRI Ultra Wide Zoom UWZ 9.5-18/T2.9.

 

Suporte aos cartões de memória SONY SxS PRO+

A ALEXA agora suporta a gravação em ProRes ou DNxHD nos cartões de memória SxS PRO+ de 64GB e 128GB.

 

REC OUT = MON OUT limpo

Adicionais modos de gravação suportam duas saídas HD-SDI, permitindo um sinal Log C limpo pelo REC OUT, enquanto um sinal de Rec 709 com informações, mais um arquivo de look opcional, podem sair pelo MON OUT.

 

Mudança da velocidade normal para alta velocidade

O tempo que a ALEXA leva para ir da velocidade normal (0.75 - 60fps) para a alta velocidade (60 - 120fps), foi reduzido em cerca de 20 segundos.

 

Informações de Status podem ser escurecidas

As informações de status disponíveis no visor (EVF) e no MON OUT, podem ser dimerizadas para cenas com pouca luz.

 

Ícones de status monocromáticos

Os ícones de status retangulares à esquerda e à direita da imagem, agora são monocromáticos, diminuindo a distração quando se faz uma correção de cor no set.

 

Letra colorida de identificação da câmera

As cores das letras de identificação das câmeras, podem ser designadas com uma cor específica (vermelho, verde, azul, amarelo, preto ou branco), para fácil identificação das câmeras na imagem do monitor.

 

Campo de metadado para o fator de anamorfização da lente

Este novo campo de metadado permite a entrada manual do fator de anamorfização (Lens Squeeze Factor); portanto, o software de pós pode automaticamente desanamorfizar a imagem.

 

Independente ajuste de “peaking” para a reprodução

O “peaking” no MON OUT e no visor (EVF) durante a reprodução, pode ser ajustado independentemente do ajuste durante a gravação. O ajuste padrão de fábrica é 'Peaking during playback = off'.

Os feedbacks continuam vindos dos clientes, pois os métodos de produção continuam a evoluir. Os trabalhos do SUP 11.0 já se inicializaram, o qual melhora ainda mais a utilidade e flexibilidade das câmeras ALEXAs, tanto em ProRes 3.2K, quanto ao checksum para a gravação em ARRIRAW.

    


Sobre a ARRI:

Com matriz localizada em Munique, Alemanha, Arnold and Richter Cine Technik (A&R) foi fundada em 1917 e é a maior fabricante e distribuidora de câmera de cinema do mundo, intermediação digital (DI) e equipamento de iluminação. O Grupo ARRI compreende uma rede mundial de subsidiárias e parceiros que cobre todos os aspectos da indústria cinematográfica, incluindo câmeras, aluguel de equipamentos de iluminação através das locadoras ARRI; soluções de iluminação através do Grupo de Sistema ARRI, serviços de laboratório, pós-produção e efeitos visuais através do ARRI Film & TV e distribuição de filmes através do ARRI Worldsales. Os produtos fabricados incluem o sistema de câmera digital ALEXA e a câmera estilo documentário AMIRA; lentes anamórficas Master Anamorphic; LED Série-L e iluminação HMI Série-M; Acessórios Profissionais de Câmera e tecnologias de arquivamento ARRISCAN. A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas reconheceu os engenheiros da ARRI e suas contribuições técnicas com 18 Prêmios de Engenharia e Científicos.
Para localização e mais informações, por favor visitem www.arri.com

 

Contact:

Franz Wieser
+1 818 841 7070 (office)
fwieser@arri.com


An Tran
+1 818 841 7070 (office) 
atran@arri.com

Downloads

PT-ARRI ALEXA SUP10.0 pressrelease final PR02 (docx, 44 K)

 

<- Voltar para: Portuguese