Nova AMIRA Multicam: looks e recursos

A nova atualização de software da AMIRA 5.0, refina ainda mais o modo Multicam: uma interface aberta e flexível para aplicações broadcast com múltiplas câmeras.

Disponível para todos os modelos AMIRA, o modo Multicam torna a excepcional qualidade de imagem do sensor ALEV III da ARRI, também usado pela ALEXA e, disponível para produções dentro da esfera de transmissão multicâmera. Através da configuração Multicam, a pouca profundidade de campo da AMIRA, a latitude incomparável e a colorimetria natural, podem dar uma aparência cinematográfica a transmissões ao vivo, shows de música, novelas e outras produções rápidas no sistema com múltiplas câmeras.

Introduzido pela primeira vez na AMIRA no software SUP 3.0, o modo Multicam foi aperfeiçoado no SUP 4.0 e será melhorado com alguns novos recursos no próximo SUP 5.0. A aceitação do modo Multicam tem sido boa, refletindo uma crescente demanda por imagens de alta qualidade em todo o mercado broadcast. As gravações com a AMIRA Multicam incluem grandes shows de comédia nos Estados Unidos, produções da Broadway, desfiles de moda para clientes como Balmain e Victoria's Secret, shows de talentos na TV, eventos corporativos e concertos com artistas como Beyonce, The Who, Pearl Jam e muito mais.

O modo Multicam é uma interface simples e flexível que pode ser usada com praticamente qualquer sistema de transmissão. Permite que os parâmetros de imagem de várias câmeras AMIRA sejam controlados remotamente usando um RCP da Sony (Painel de Controle Remoto), incluindo a configuração da íris.

SAÍDA 4K A 60 FPS

Um dos maiores recursos Multicam que está sendo introduzido com o SUP 5.0, é o suporte ao dual 6G UHD-SDI, que melhora a taxa de dados da saída do SDI da câmera, suficiente para permitir gravação externa em 4K UHD em taxas de quadro de até 60 fps. Muitas produções broadcast multicâmera preferem gravar em 4K, mesmo se o conteúdo será convertido para full HD para transmissão. O aumento da resolução espacial se mostra melhor também aumentando a resolução temporal - aumentando a taxa de quadros para reduzir a falta de definição em movimento (reduzir o motion blur).

LOOKs PRE-CARREGADOS

O SUP 5.0 permitirá que looks criados com base em 3D LUTs, sejam carregados na AMIRA e usados ​​no modo Multicam. Um look individual para uma produção, pode ser criado antecipadamente e carregado nas câmeras, enquanto os parâmetros de imagem ainda podem ser ajustados com o RCP, assim como em um fluxo de trabalho padrão. Filmagens em locações ou obtidas em qualquer outro lugar, também se tornarão muito mais fáceis de fazer em um ambiente ao vivo. A biblioteca da ARRI Look, lançada com o SUP 5.0, disponibilizará um catálogo completo de looks variados para as produções AMIRA Multicam, permitindo-lhes adotar uma abordagem visual ainda mais cinematográfica. Além disso, será mais fácil e mais rápido combinar várias câmeras usando looks equalizados, gerados a partir de charts de cor.

QUALQUER SISTEMA DE TRANSMISSÃO

Para acomodar os clientes que desejam obter o maior número de equipamentos possíveis de um mesmo fornecedor, os componentes do sistema de transmissão DTS, que foram otimizados para AMIRA Multicam, estão disponíveis diretamente nos centros de vendas da ARRI. O sistema de transmissão de fibra da DTS é uma solução atraente, porque é compacto, tem todas as funcionalidades necessárias e oferece uma boa relação custo / benefício. No entanto, não é o único sistema de transmissão que pode ser usado.

AMIRA Multicam DTS HD setup

A AMIRA Multicam foi projetada desde o princípio para ter uma interface aberta e flexível. Enquanto os componentes DTS atendem muitos usuários e, alguns podem preferir ir com uma solução de fibra diferente ou um sistema de transmissão de rádio sem fio. Uma vez que a AMIRA Multicam é aberta quando se trata de um pipeline de transmissão, ela proporcionará os mesmos benefícios, não importa qual sistema é usado para conectar as câmeras à estação base ou CCU.