ALEXA SUP 11.0 com a liberação do...

O pacote de atualização de software (SUP) 11.0 para as câmeras ALEXA, está disponível para download através do site da empresa sem cobrança adicional. A 11ª maior atualização da ALEXA inclui vários recursos novos, incluindo o formato de gravação em ProRes 3.2K para produções que requerem entrega em 4K UHD e o ADA-5, uma melhora no algoritmo de debayer que aumenta ainda mais a qualidade de imagem da ALEXA.

Disponíveis para as câmeras ALEXA XT e ALEXA Classic com o módulo XR instalado, o ProRes 3.2K da ALEXA é a nova resolução de gravação que usa 3.2K photo sites do sensor para gravar o arquivo ProRes 3.2K 16:9. A área 3.2K do sensor foi escolhida, porque é a maior área que pode ser coberta por quase todas as lentes PL Super 35.

Com taxa de transferência de dados bem abaixo do ARRIRAW (sem compressão), o ProRes 3.2K proporciona os benefícios do já estabilizado e eficiente workflow do ProRes. A conversão simples e direta do ProRes 3.2K da ALEXA usando ferramentas de pós padrão, resulta numa entrega de imagem de qualidade insuperável em 4K UHD.

O algoritmo de debayer ADA-5 da ARRI representa um aumento de qualidade de imagem para todos os modelos de ALEXAs, entregando imagens com mais definição. Isto é especialmente visível em detalhes de alto contraste (tais como em galhos finos contra um céu azul), os quais exibirá bordas mais suaves e limpas.

O ADA-5 também reduz ainda mais os ruídos nos canais: azul e vermelho, proporcionando as composições de recorte em fundo azul mais fáceis. O ADA-5 está disponível pelo no software ARRIRAW Converter desde a versão ARC 3.1 e parte do kit do desenvolvedor (SDK); ele também tem sido usado na AMIRA desde o SUP 1.1.

Expansão do suporte a mídias é outro recurso do SUP 11.0. Todas as ALEXAs serão capazes de gravar em todas as gerações de cartões SxS PRO+ e a ALEXA XT/XR nos novos cartões SanDisk CFast 2.0 de 128GB.

Compatibilidade e expansão da ALEXA com todos os sistemas de comando eletrônico ARRI (Electronic Control System – ECS). Com o SUP 11, o novo Encoder para dados de lentes, LDE-1, também destrava inúmeros recursos quando utilizado o comando de mão WCU-4.

Outros recursos dos SUP 11.0 para todos os modelos da ALEXA, inclui melhorias na funcionalidade do controle remoto pela web, redefine os botões de usuários e a habilidade de salvar os guias de enquadramento (frame lines) e a informação da zona do tempo dentro dos metadados da câmera.

Além disso, as câmeras ALEXA XT/XR gravarão um checksum de cada  frame do ARRIRAW que pode ser usado para verificar a integridade dos dados através do posterior workflow. Isto faz com que o trabalho em ARRIRAW seja ainda mais seguro e a cópia mais rápida. É necessário a utilização da última versão do software da CODEX para ler os arquivos ARRIRAW do SUP 11.0.