A evolução das produções com ALEXA 65

Oferecendo uma solução completa em grande formato para filmes de avançada tecnologia, o sistema ALEXA 65 compreende uma câmera cinematográfica digital de 65mm e lentes zoom, customizadas e, ainda, rápidas e eficientes ferramentas para sua melhor utilização. O interesse no sistema cresceu rapidamente com importantes cineastas pressionando pelo seu uso em importantes filmes e também com a IMAX anunciando que selecionou a plataforma ALEXA 65 como opção digital para produções em IMAX 2D.

Trailer de MISSÃO: IMPOSSÍVEL – NAÇÃO SECRETA

A primeira produção a usar a ALEXA 65 foi MISSÃO: IMPOSSÍVEL – NAÇÃO SECRETA. Enquanto o filme foi feito principalmente em película 35mm por Robert Elswit ASC, uma importante cena subaquática foi capturada por Pete Romano ASC com câmeras ALEXA 65 e lentes Prime 65 com caixas estanques da HydroFlex.

Disponível exclusivamente através da ARRI Rental, a ALEXA 65 já tem sido usada em numerosos projetos de alto nível, alguns a usando como a câmera unidade principal durante toda a produção e outros a usando como uma câmera especializada para sequências que requerem níveis máximos de qualidade de imagem. ROGUE ONE: A STAR WARS STORY, fotografado por Greig Fraser ACS, ASC, está utilizando a ALEXA 65 como câmeras de suas unidades principais A, B e C. Antes disto, Stuart Dryburgh ASC, NZCS filmou com ALEXA 65, THE GREAT WALL, usando-a como suas câmeras nas unidades principais A e B.

A primeira produção a usar a ALEXA 65 (e a chegar aos cinemas) foi MISSÃO: IMPOSSÍVEL – NAÇÃO SECRETA. Enquanto o filme foi feito principalmente em película 35mm por Robert Elswit ASC, uma importante cena subaquática foi capturada com câmeras ALEXA 65 e lentes Prime 65 com caixas estanques da HydroFlex por Pete Romano ASC que comentou: “A ALEXA 65 entrega imagens visualmente e tecnicamente surpreendentes.  É um avanço importante para a arte de contar histórias no cinema”.

A ALEXA 65 entrega imagens visualmente e tecnicamente surpreendentes. É um avanço importante para a arte de contar histórias no cinema.

A câmera ALEXA 65 e as lentes Prime 65 têm tido muito sucesso também em outras produções cinematográficas. O fotógrafo Emmanuel Lubezki ASC, AMC usou esta combinação durante as filmagens de O REGRESSO e declarou: “A câmera e as lentes ALEXA 65 ajudam-nos a expressar como nos sentimos em diversos lugares: na floresta, na neve, em sutis mudanças da luz natural, o movimento das nuvens deslizando acima das montanhas; todos os elementos essenciais na filmagem da história que, caso contrário, nós não conseguiríamos exprimir.”

Anthony Dod Mantle ASC, BSC, DFF, que usou intensamente a ALEXA 65 no filme de Oliver Stone SNOWDEN, diz “Eu estava filmando com luz natural em Tong Lau, uma área muito pobre em Hong Kong que parece uma pintura orgânica … há tantos detalhes, tantas coisas pequenas que podemos ver e se você pegar a câmera, não deve filmar de qualquer maneira e editar apressadamente e, sim, fazer as coisas no devido tempo e deixar o público vagarosamente sentir o local, é como filmar lentamente as janelas de uma favela; é simplesmente incrível.”

Trailer de O REGRESSO (THE REVENANT)

O diretor de fotografia Emmanuel Lubezki ASC, AMC usou câmeras ALEXA 65 e as lentes PRIME 65 para filmar 25% do filme O REGRESSO, dirigido por Alejandro González Iñárritu.

Outras produções estão usando a câmera ALEXA 65 e as lentes Prime 65 para algumas cenas: CAPITÃO AMÉRICA 3: A GUERRA CIVIL (CAPTAIN AMERICA: CIVIL WAR), filmado por Trent Opaloch; O CAÇADOR (THE HUNTSMAN), filmado por Phedon Papamichael ASC e A SÉRIE DIVERGENTE: CONVERGENTE (ALLEGIANT: PART 1), filmado por Florian Ballhaus ASC.

Por trás das mais recentes atualizações do sistema ALEXA 65 estão avanços tecnológicos pioneiros que também são usados na nova geração das câmeras da ARRI: ALEXA SXT. As atualizações da ALEXA 65 agora incluem drives de captura SXR de 2TB, oferecendo mais de 40 minutos de gravação com a resolução total de 6560 x 3100. A tecnologia do novo drive de captura SXR também oferece rápida gravação de dados, permitindo 60 fps de gravação sem compressão com máxima resolução e agiliza o tempo ao descarregar o material, oferecendo uma solução de workflow mais rápida, eficaz e mais simples, com o Vault S da ALEXA 65 e o sistema Vault XL Lab 65.

Uma versão atualizada do sistema de filtros ND da ALEXA XT IFM-1 está agora disponível para a ALEXA 65. O novo IFM-65 permite que as câmeras ALEXA 65 usem filtros ND full-spectrum atrás da lente, otimizando a qualidade da imagem e aproveitando ao máximo as lentes Prime 65 e Vintage 765 reduzindo o risco de múltiplas reflexões que uma pilha de filtros externos pode criar. Os filtros FSND (Full Spectrum Neutral Density) utilizados com o IFM-65 asseguram um balanceamento de cor neutro em todas as oito densidades disponíveis, de ND 0.3 a ND 2.4.

The ALEXA 65 camera and lenses helped us express how we felt when we were there: in the forest, in the snow, the subtle changes of natural light.

Uma interessante nova opção em lentes foi adicionada à já bem sucedida linha de lentes Prime 65 e Vintage 765 para a ALEXA 65. A Zoom 65 compacta 50-110mm que pesa apenas 1,6 kg e produz excelente qualidade de imagem das lentes primes, com impressionantemente alto contraste e resolução. O sistema de dados de lentes da ARRI (LDS), também está integrado dentro da zoom 50-110mm, Zoom 65, tornando a única lente zoom deste formato que pode fornecer metadados para a câmera.

Outros benefícios da atualização da ALEXA 65, incluem o mesmo recurso do Smooth Mode, assim como nas câmeras ALEXA XT e um recurso programado de monitoração, chamado de Smart Zoom, o qual permite os usuários fazer um zoom da imagem da saída do Monitor Out em qualquer uma das cinco áreas pré-determinadas, para um foco mais preciso.